Vamos falar sobre o câncer de próstata

Vamos falar sobre o câncer de próstata

Tá aí um dos assuntos de que em geral os homens fogem rapidinho, câncer de próstata.

Neste artigo vamos te mostrar porque nós homens devemos falar disso sem medo, afinal, saúde em primeiro lugar não é mesmo?

O que é a próstata?

Conhecendo a próstataPara entender como o câncer de próstata é perigoso, primeiro precisamos saber onde a próstata está localizada e como ela atua no organismo masculino.

A próstata é uma glândula, do tamanho de uma noz, presente exclusivamente no corpo do homem.

Ela começa a se desenvolver aumentando de tamanho, durante o período da adolescência, onde o aumento de testosterona age na próstata até ela chegar ao seu tamanho médio, que é de aproximadamente:

  • 3-4 cm na base,

  • 4-6 na parte céfalo-caudal,

  • 2-3 na parte ântero-posterior.

A próstata é um órgão pequeno, em formato de maçã e situa-se logo abaixo da bexiga localizada entre a bexiga e a pélvis masculina, à frente do reto (porção final do intestino grosso).

Por ser localizado próximo ao reto somente é possível sentir a próstata através do exame de toque retal, realizado pelo médico proctologista.

A função da próstata no organismo do homem é produzir parte do líquido que forma o sêmen, liberado durante o ato sexual, ajudando a alimentar e proteger os espermatozoides.

homens com câncer de próstata

Exames que auxiliam no diagnóstico do Câncer de próstata

Os homens possuem muito receio em falar sobre o câncer prostático devido ao temido exame de toque retal.

Isso são resquícios de uma educação machista e antiquada que associa muitas vezes este exame à tendências homossexuais.

Se este é seu medo, há outros métodos que auxiliam a diagnosticar este tipo de câncer, conheça-os agora.

Exame de sangue (PSA)

Este teste é feito a partir de um exame de sangue comum que avalia o marcador tumoral PSA, que para ter resultados normais, deve conter valores menores do que 4 ng/ml.

Quando esse valor está aumentado, pode indicar problemas como inflamação da próstata ou câncer. O exame sozinho não é um diagnóstico definitivo.

Pois este valor também aumenta proporcionalmente com a idade e por isso, é importante ter em consideração o valor de referência do laboratório.

Para realizar este exame de sangue de laboratório não é necessário fazer nenhuma preparação específica, basta levar o pedido do médico.

Toque retal

toque retal

Este exame apesar do temor generalizado entre os homens é um exame essencial para avaliar a próstata.

Deve realizado pelo médico proctologista ou urologista no consultório mesmo, durante a consulta.

Este temor dos homens é totalmente injustificado, pois é indolor (pode ser apenas desconfortável) e muito rápido, demorando apenas 1 minuto.

Através do exame do toque retal o profissional da saúde conseguirá avaliar se a próstata está num tamanho maior do que o normal ou mais dura do que deveria estar normalmente.

Para conscientizar os homens a fazerem o exame do Toque retal foi criada a iniciativa do novembro azul, que incentiva os homens a procurarem o médico especializado na área sem preconceitos ou machismos.

Para o preparo do exame pode ser indicado pelo médico o uso prévio de um laxante para limpeza do intestino. Durante o exame o homem permanece de pé, com o tronco ligeiramente inclinado, ou até mesmo na posição de 4 apoios, com joelhos e mãos colocados sobre a maca.

Os músculos da pelve deverão estar contraídos durante o exame do toque retal.

Ultrassonografia transretal

Um exame muito solicitado para diagnóstico do câncer de próstata é a ultrassonografia transretal ou ecografia da próstata.

Este tipo de exame é feito para avaliar o tamanho da próstata, identificando quaisquer alterações na sua estrutura, o que é muito útil no diagnóstico do câncer de próstata ainda no início do seu desenvolvimento, ajudando no tratamento precoce da doença.

É considerado um exame invasivo, que não precisa ser realizado todos os anos, sendo indicado apenas em casos de alterações no exame de PSA e/ou de toque retal.

Em geral normalmente o médico aproveita este exame para colher a amostra para realizar a biópsia da próstata.

Para realização do exame o médico pode indicar uso de laxante antes do exame para esvaziar o intestino.

Medição do jato de urina

A medição do jato de urina (fluxometria urinária) é um exame solicitado pelo médico para conseguir avaliar a força do jato e a quantidade de urina em cada micção.

Mas e o que isso tem a ver com o câncer de próstata? Simples, quando ocorrem alterações na próstata o jato de urina fica mais lento e fraco, indicando alterações.

Este exame não é realizado como forma de diagnóstico específico do câncer na próstata, funciona mais como um diagnóstico auxiliar, mas é muito útil para casos de câncer de próstata já detectados em outros exames porque auxilia o profissional médico a entender o impacto que o câncer já exerceu na bexiga e na uretra.

Para o exame de fluxometria o homem deve estar com a bexiga cheia e com vontade de urinar.

Por isso é importante beber pelo menos 1 litro de água antes da realização do exame, que deve ser feito com o indivíduo urinando em um recipiente específico para este fim que esteja ligado a um computador, que por sua vez fará o registro do tempo que o homem levou para urinar e o volume de urina.

Exame de urina de laboratório específico para câncer de próstata

O médico proctologista ou urologista pode solicitar ao homem também um exame de urina, chamado PCA3, que é específico para avaliar se existe o câncer de próstata.

Não é um exame de urina comum, porque este exame em especial não mostra outras alterações, como a hiperplasia prostática.

Esse teste de urina também consegue mostrar a agressividade do tumor, muito útil para escolha de um tratamento adequado.

A preparação para este exame não tem grandes mistérios, já que a coleta da urina deve ser feita logo após o toque retal em clínicas especializadas nesta área..

Biópsia da próstata

O exame de biópsia prostática é feito para confirmar diagnósticos de alterações nessa glândula, como câncer ou tumores benignos.

Para realização deste é necessário retirar um pedacinho da próstata, que será enviado para análise em laboratório. Este exame é sempre feito em conjunto com a ultrassonografia prostática, para uma melhor visualização das estruturas internas.

Normalmente para realização de biópsia da próstata é necessário tomar um antibiótico receitado pelo médico, durante cerca de 3 dias antes do exame, fazer jejum de no mínimo 6 horas e tomar laxantes para limpar o intestino.

Com que idade preciso realizar o exame da próstata?

Os médico especializados na área recomendam fazer exames de diagnóstico, como PSA e toque retal apenas à partir dos 50 anos de idade em circunstâncias normais.

Porém, em situações cujo homem possui histórico médico de câncer de próstata em parentes de primeiro grau é recomendado que a partir do 45 anos de idade já seja realizados os exames acima.

Antecedentes familiares assumem grande importância pois um paciente cujo pai ou tio tiveram câncer na próstata tem o dobro de risco para desenvolver a doença do que a população em geral.

O risco é ainda maior para os homens que têm um irmão com a doença.

Se o paciente em questão tiver menos de 65 anos e mais de um parente afetado pela doença, o risco aumenta de 6 a 11 vezes.

Outros fatores de risco envolvem:

  • alimentação

  • sedentarismo

  • obesidade

  • taxas de estrogênio elevadas

  • fatores étnicos

  • fatores geográficos

  • nível de poluição ambiental

  • contato com derivados de borracha e substâncias tóxicas como ferro, cromo, chumbo e cádmio.

Nas idades mencionadas acima os exames deverão ser realizados com a periodicidade anual, principalmente se o homem apresentar hiperplasia benigna da próstata .

Caso o homem possua esta condição supracitada antes dos 50 anos é necessário repetir anualmente o exame, independente da faixa etária.

Se o médico encontrar alterações em qualquer um destes dois exames, ele fará a solicitação dos outros conforme à necessidade de confirmação do diagnóstico.

Meu exame de próstata deu alterado. O que pode ser?

câncer de próstata estágios

Os exames relativos à próstata podem apresentar resultados alterados em caso de:

  • Tumor benigno da próstata;

  • Hiperplasia da próstata;

  • Inflamação da próstata;

  • Prostatite (bactérias na próstata);

  • Ingestão de medicamentos como: aspirina, esteroides anabolizantes, ou diuréticos

  • Realização de procedimentos médico-cirúrgicos na região da bexiga (biópsia ou cistoscopia) podem aumentar os níveis de PSA, alterando o referido exame.

  • Aumento de idade (que consequentemente aumenta os níveis de PSA, mas sem necessariamente ser uma doença.

Cabe lembrar que é necessário sempre consultar um médico para um diagnóstico especializado e correto.

Sinais de que pode ser câncer de próstata

Sinais de que pode ser câncer de próstata

Alguns sinais do corpo masculino podem indicar o câncer de próstata, principalmente após os 50 anos de idade.

Entre eles pode-se destacar:

  • Alterações urinárias

  • Dificuldades de ter ou manter uma ereção.

  • No entanto, esses sintomas também podem ser alterações benignas, como a próstata aumentada, que é um quadro reversível.

Por isso, a importância de ir ao urologista pelo menos uma vez ao ano após os 50 anos de idade, para homens normais e 45 anos para grupos de risco, a fim de realizar exames de rotina, pois assim ficará mais fácil identificar qualquer alteração prostática o quanto antes, aumentando as chances de cura para casos mais severos.

Para os casos mais avançados, onde o câncer na próstata já está num grau mais agressivo, ou que a próstata está num tamanho muito aumentado ou mesmo que tenha ocorrido metástase do câncer (em casos de malignidade) para outras regiões do corpo, os sintomas podem ser:

  • Fraqueza nas pernas;

  • Incontinência urinária ou fecal;

  • Insuficiência renal.

Nos casos em que o câncer tiver se espalhado para outras regiões e órgãos do corpo masculino, também é muito comum a presença de sintomas como dor nas costas, nas coxas, nos ombros ou em outros ossos, de acordo com a parte corporal afetada pela metástase.

Em estágios mais avançados do câncer, é de suma importância procurar auxílio médico para que o mesmo consiga avaliar corretamente a extensão da doença e quais outros órgãos foram atingidos.

Para isso, o médico solicitará exames como a biópsia da próstata, a cintilografia ou mesmo a tomografia computadorizada.

Tratamentos para o câncer de próstata

Tratamento câncer de próstata

O tratamento para câncer de próstata é definido de acordo com o grau em que a doença se encontra e também o estado de saúde do paciente.

Em geral o tratamento é feito com:

  • Cirurgia para retirada da próstata: é o tratamento mais comumente utilizado, pois retira a próstata e nos casos iniciais da doença, traz a cura total;

  • Tratamento por Radioterapia: este tratamento é usado nos casos em que a cirurgia não é indicada ou mesmo quando o paciente não deseja passar por uma cirurgia;

  • Tratamento com Hormônios: são usados para controlar a produção de hormônios que promovem o desenvolvimento da doença.

Em casos mais agressivo da doença em geral são utilizados dois desses métodos de tratamento, sendo muitas vezes necessário retirar além da próstata, os testículos também, quando o câncer está num estágio muito avançado.

Lembre-se! Nem sempre o aumento da próstata é indicativo de câncer nesta glândula, apesar de provocar sintomas semelhantes. Sempre consulte um médico para tirar qualquer dúvida.

Pois quanto mais avançado é um tumor mais mutações ocorrem, conferindo maior agressividade.

As células cancerígenas se multiplicam numa velocidade muito maior que as células normais da próstata.

As células neoplásicas (cancerígenas) têm a capacidade de invadir os tecidos e se disseminam por outros órgãos, seja por via linfática (comprometendo os gânglios) ou sanguínea (quando compromete os ossos).

O câncer de próstata é um tumor que acontece normalmente em homens maduros (após os 50 anos) e apresenta grandes chances de cura quando descoberto precocemente e não houve metástase em outros órgãos.

Porém, quando é identificado já em estágio avançado, o risco de sobrevida do paciente é muito inferior.

Portanto, o diagnóstico precoce é fundamental no controle e cura da doença.

Então previna-se! O câncer de próstata atinge 1 em cada 6 homens! Fazer o exame do toque não afetará sua masculinidade e ainda contribuirá com sua saúde.

Porém, se seu desejo é dar um up na sua masculinidade, o Vac Extensor é a solução ideal!

Nosso aparelho proporciona aumento peniano de verdade, recomendado por médicos especializados na área, aumentando sua autoestima e desempenho sexual!

Temos uma longa lista de depoimentos de satisfação dos nossos clientes.

Não perca mais tempo, acesse já nossos canais de atendimento e comece já a investir na sua autoestima, mas sem esquecer da saúde ok?

Câncer de próstata é coisa séria, por isso o Vac Extensor apóia a desmistificação do exame proctológico.

4.8 (95.96%) 99 votos

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu
×

Carrinho

Nosso WhatsApp