Sexo Oral – Aprenda a deixar a sua parceira louca na cama

Sexo Oral – Aprenda a deixar a sua parceira louca na cama

Você sabia que numa pesquisa recente sobre sexo oral, a maioria das mulheres entrevistadas contaram que muitos homens não eram bons no sexo oral, o que para elas era pra lá de decepcionante.

A pesquisa revelou também que a maioria dessas gatas não tinham coragem de falar que o cara não estava se saindo bem “lá embaixo”.

Por isso, esse artigo será um guia completo para você, com dicas do que fazer para deixar ela louca de prazer com sexo oral e principalmente, te ajudar a descobrir do que elas não gostam. Vamos lá?

A importância do sexo oral para elas

O sexo oral é tão importante para as mulheres que algumas chegam ao ponto de considerar a escolha de engatar ou não um relacionamento, analisando se o cara atua bem nessa área.

O Sexo oral é visto como um simples esquenta para os homens, mas para as mulheres muitas vezes é o ponto alto da transa. Algumas só conseguem gozar assim, por isso fique esperto.

Eu garanto a você amigo, se você souber direitinho o que tem que fazer lá embaixo, as garotas (ou a garota para quem está conquistando aquela mina especial) vão ficar doidas por você e te deixar na lista cativa dos contatinhos.

 

Além de apimentar e deixar a mina pronta para a penetração, se você  mandar bem com a boca e com a língua, menor vai ser o seu esforço para deixar ela louquinha de tesão.

Nós, homens, infelizmente criamos a concepção de que o nosso pênis é único instrumento capaz de dar prazer para a mulher. Isto não está totalmente errado, mas o erro é achar que ele é o único e exclusivo.

 

Quando o assunto é sexo, todo o corpo deve estar envolvido e deve ser explorado, possibilitando sensações e despertando fantasias nela e por que não, em você.

 

É comum entre o público masculino  a falta de prática ou mesmo por não entender como elas sentem prazer naquilo. Por isso uma dica valiosa é interpretar os sinais que ela dá. Isso vai te ajudar a ser um mestre na técnica.

 

Observe as reações dela e perceba quando você deve aumentar ou diminuir a intensidade das “manobras”.

 

Prestar a atenção nas atitudes dela pode parecer bobo ou ingênuo para quem lê, mas vai te ajudar a descobrir em qual parte da vagina ela prefere ser tocada e que forma lhe agrada mais, te ajudando e muito a desvendar as preferências dela, lembrando que cada mulher é uma e tem seus gostos particulares.

 

Não pense que é simplesmente colocar a língua na vagina e ela vai sair gozando. Nada disso. Por isso, vamos ao primeiro passo da nossa aula.

Primeiro passo – Estude a anatomia feminina

Mesmo que você seja um cara experiente quando o assunto é mulher, aprender nunca é demais, por isso, acesse já o google imagens e digite lá: V-A-G-I-N-A.

 

Isso mesmo, agora escolha uma imagem bem nítida e memorize bem onde está cada pontinho de prazer na genitália feminina. Principalmente, lembre-se de estudar a fundo o clitóris, aquele botãozinho que ao ser corretamente estimulado fará sua gata tremer sob a sua língua.

 

Diferente do corpo masculino, o aparelho reprodutor feminino consistem de um grupo de órgãos internos e outro de órgãos externos. Mas não se preocupe com o interno no sexo oral, o que interessa nessa hora é quase que somente a parte externa.

 

Vamos ver parte por parte:

  • Vulva: Localiza-se entre as coxas da gatinha ok? E compõe-se de pequenos lábios, grandes lábios, clitóris e vagina.
  • Grandes lábios e Pequenos lábios: Formados por dobras de pele localizadas em cada lado do orifício vaginal, os grandes e os pequenos lábios protegem a abertura da vagina
  • Uretra: A uretra, no sistema genital feminino, abre-se entre o clitóris e a abertura da vagina.
  • Monte de vênus: Localizado na região pubiana, o monte de vênus é um acúmulo de gordura recoberto por pelos pubianos.
  • Clitóris: Localizado na parte superior dos pequenos lábios, encontramos o clitóris, um órgão com cerca de 2 cm de comprimento, constituído por tecido super sensível (super mesmo!). Ele se enche de sangue e incha durante a excitação sexual. É considerado um órgão similar ao nosso pênis.

Todas estas partes são importantes na hora do sexo oral, mas o clitóris é, sem dúvida, a mais importante de todas. Por isso, foco total ali!

 

O temido e amado clitóris

fazendo sexo

Temido pelos homens (quando deveria ser amado) e amado pelas mulheres, o clitóris é aquele botãozinho de prazer feminino que TODO homem deve saber onde é e como ele age no corpitcho da gata.

 

O clitóris é MUITO sensível… tanto na medida do prazer quanto para a dor ok? Um movimento errado ou mais brusco e o que era para ser bom, vira um desastre.

 

Por isso, evite passar sua língua desesperadamente em todos os cantinhos do clitóris, esquecendo do resto (lembre da nossa aula de anatomia!) pois para elas não é nem um pouco agradável quando você exagera em estimular essa área.

 

Inicie pelas partes “alternativas”  ao clitóris. Você pode explorar a região externa, como a vulva e o ânus. Em pouco tempo ela vai estar implorando para você chegar lá naquele pontinho. Quando chegar ali, use sua boca e sua língua de forma lenta e gentil.

 

Fique tranquilo, você vai notar quando ela estiver “pronta pra chegar lá”, pelas reações do corpo dela, por isso lembre-se de manter o ritmo, a pressão, o movimento que você estiver fazendo, não mude absolutamente nada!

 

Por mais que você se empolgue e também fique excitado por vê-la doidinha com sua performance simplesmente NÃO mude o ritmo, NÃO  acelere, NÃO  pare, NÃO  faça movimentos bruscos, NÃO faça nada de diferente, pois pode perder aquela faísca de orgasmo que está apontando na gata.

Parece que estamos falando de trânsito, né? Mas lembre-se que o ritmo é algo importante no sexo oral. Falaremos disso agora.

Ritmo é fundamental!

Passamos da auto-escola para a aula de dança? Pois é meu amigo, ritmo é outra palavra de ordem quando você fizer sexo oral nela.

 

Use e abuse do ritmo, na lambida, na chupada. Mas claro, não esqueça do ritmo e da atenção  com os sinais. Se ela se afastar mude, pois não está agradando, mas se ela pressionar contra você, vá fundo pois é sinal que a curtição está boa pra gata.

 

Sua boca vai estar ocupada para fazer perguntas, por isso atenção aos sinais corporais dela. A mina se contorce ou dá gemidos com mais intensidade quando estamos no ponto certo.Se você está mandando bem ela vai mostrar, de um jeito ou de outro, que a sua chupada está sendo gostosa.

 

Saiba seguir o ritmo certo, não vá muito rápido logo no começo, deixe ela implorando por mais. Inove, saiba fazer movimentos diferentes com a língua. O importante é deixar a gata super excitada.

 

Lembre-se que se ela dizer “assim!” significa “exatamente assim” e “não pare”, não quer dizer “vá mais rápido”. Ritmo é tudo! É melhor manter o mesmo ritmo se ela estiver gostando do que colocar o prazer dela a perder.

 

Não chegue chegando, faça carícias suaves e tenha um ritmo bom para levá-la a loucura.

O que você NÃO deve fazer no sexo oral

  1. A língua não precisa necessariamente entrar na vagina. Não é necessário. Mas pode experimentar sim, se a gata curtir, ótimo.
  2. Morder está absolutamente fora do cardápio. Nenhuma mina gosta de mordidas lá, especialmente no clitóris, que é sensível pra caramba! Se você morder ali, em vez de dar prazer, vai é cortar o clima.
  3. Não deixe a sua língua dura que nem uma pedra. Quanto mais macia e flexível ela estiver, maiores as chances de você levar ela às alturas, no bom sentido é claro!
  4. Sexo oral não deve (e não pode) ser uma coisa mecânica. Por isso, nada de cronometrar no relógio. Enquanto algumas gatas ficam logo excitadas e no ponto, outras levam mais tempo para se soltar.
  5. Sem nojinho! Se você tem nojo, nem faça. A gata vai sentir e ficará desconfortável. Nós homens também sentimos quando a mina não curte fazer oral na gente, então se for pra fazer, tem que curtir. Ela vai ficar ainda mais excitada se perceber que você está se deliciando com o sabor dela, então invista nos elogios,  pois muitas mulheres pensam que não são muito atraentes naquele lugarzinho, então deixe claro que lá é onde você quer estar.
  6. Não fique esperando a gata pedir. As mulheres muitas vezes partem da crença que os homens não estão nem um pouco interessados em fazer sexo oral nelas, então surpreenda-a com uma bela chupada quando ela menos esperar.
  7. Se ela estiver gostando, não pare.  Você precisa ter calma, já que o organismo das mulheres têm outro ritmo e nem sempre a demora é sinal de que ela não está curtindo sua performance. Por isso, lembre-se de que se ela não curtir ela mesma vai dar um jeitinho de mudar o foco, mas se ela estiver a fim e gostando (lembre dos sinais corporais), pare apenas quando e se ela pedir!

´

Aquilo que você PODE e DEVE fazer durante o sexo oral para deixar sua parceira nas nuvens

 

  1. Explore todas as áreas sensíveis: Sexo oral bem feito, daqueles que faz sua parceira enlouquecer não deve se limitar somente à vagina. O corpo de uma mulher é recheado de lugares sensíveis ao prazer e terminações nervosas. Explore a fundo esse corpo. Portanto, beije-a bastante, acaricie o corpo, beije em todos os lugares possíveis antes de chegar “lá”, passando para as coxas e os pés.  Seios, bumbum, não deixe nada de fora. Deixe a gata em dúvida de se você vai chegar “lá” ou não. A expectativa vai deixá-la mais excitada…
  2. Fique numa posição confortável: Para um bom sexo oral na mulher, é necessário que tanto você quanto sua parceira estejam confortáveis. Afinal, nem você nem ela querem parar algo que está bom por que estão com câimbra na perna, ou dor nas costas. Torcicolo no dia seguinte também não é nada agradável.
  3. Devagar se vai ao longe: Seja paciente amigo. O sexo oral é extremamente prazeroso para as mulheres, pois estimula o ponto mais sensível do corpo dela. Para algumas, o sexo oral sage como preliminar, mas para outras é a chave para atingir o orgasmo. O ser paciente significa que muitas vezes ela pode demorar, isso depende da mulher e do dia também. mas não fique ligado no tempo. Faça sexo oral nela devagar, curta, e aproveite por proporcionar prazer pra sua gata.
  4. Use os dedos junto pra levar ela à loucura: Isso é super  importante e pode dar ainda mais prazer para sua parceira. Mas não use esse artifício de cara,  vá devagar, espere ela estar bem excitada e lubrificada, por isso, não chegue já enfiando o dedo na vagina dela até o final, pois pode machucar se a lubrificação não estiver ok. Comece passando o dedo na entrada da vagina, usando movimentos circulares. Os dois, três primeiros centímetros tendem a ser uma área que dá muito prazer. Você pode usar o movimento de vai e vem, ou que o dedo se movimente dentro da vagina, pra frente e pra trás, atingindo em cheio o ponto G.
  5. Elogie ela muito: Para algumas mulheres rola aquela insegurança com a vagina em si, o odor, a forma, etc… Mulheres tendem a ficar paranóicas com coisas que para nós nem chamam a atenção. Por isso, alterne os beijos e lambidas com muitos elogios sobre ela, sobre o corpo, sobre o sabor que ela tem… Seja criativo, use palavras de efeito.

 

Após todas estas dicas você vai se tornar o mestre Jedi do sexo oral! Mas lembre-se que a prática leva a perfeição, e que as mulheres são diferentes. Às vezes o que deu certo com uma, não foi legal com outra.

 

Se você tem uma parceira fixa, conhece as preferências dela e aí é só aprimorar e experimentar novidades, sempre cuidando da reação dela.

 

E se você quer subir ainda mais sua auto-estima, não deixe de experimentar o Vac Extensor, um extensor peniano recomendado por médicos, com eficácia comprovada.

 

Se você tem dúvidas do porque aumentar seu pênis, leia mais aqui. Até a próxima!

 

Deixe uma resposta