CAT: a técnica que deixa o papai-e-mamãe muito melhor

CAT: a técnica que deixa o papai-e-mamãe muito melhor

Já falamos aqui no EL HOMBRE sobre as 9 posições sexuais preferidas das mulheres.

Em primeiro lugar ficou o clássico papai-e-mamãe, escolha de 30,9% das entrevistadas. Ou seja? Você não precisa decorar o Kama Sutra para ser bom de cama.

Mas se existisse uma técnica para deixar o papai-e-mamãe ainda melhor, seria muito bem-vinda, né?

A boa notícia, senhores, é que ela existe e aumenta em 56% a chance de sua parceira chegar ao orgasmo, segundo um estudo publicado no “Journal of Sex and Marital Therapy”.

O melhor de tudo é que esta técnica é incrivelmente simples e fácil de colocar em prática.

Apelidada de “The CAT” em inglês, um diminutivo para Técnica do Alinhamento do Coito, o segredo dela é ajeitar os corpos para o clitóris ser estimulado de maneira mais efetiva.

COMO FAZER

No papai-e-mamãe tradicional, a penetração tem um movimento horizontal, digamos assim. Você vai para frente e para trás. Só que essa atividade estimula o clitóris pouco.

Para realizar o “CAT”, você vai com o seu corpo mais para cima, alinhando a sua pélvis com a dela e colocando o ombro próximo à altura do queixo da parceira.

Os corpos ficam bem coladinhos. O pênis, que apontava para cima, digamos assim, agora apontará reto ou até mesmo um pouco para baixo.

Em vez de se focar apenas na penetração, você deve dar bastante atenção à fricção, fazendo um balanço ritmado e sem pressa, para cima e para baixo.

Com o ângulo alto e a mudança no movimento, a base do seu pênis e o osso púbico vão pressionar diretamente o clitóris, elevando o prazer dela a um outro nível.

E pronto! Só isso. Em sua próxima transa, você ficará surpreso por um truque tão simples ser tão eficiente. Sua parceira que o diga.

O post CAT: a técnica que deixa o papai-e-mamãe muito melhor apareceu primeiro em El Hombre.

0

Deixe o seu Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.