Será que o pênis diminui nos mais velhos

Será que o pênis diminui nos mais velhos

Em homens e mulheres a sexualidade é desenvolvida no decorrer dos anos. As transformações no corpo começam a acontecer desde a infância, além das descobertas de percepções, sentimentos e outros aspectos da vida humana.

Com o passar dos anos, novas experiências e vivências nos acompanham em várias fases. Dentre muitas prioridades, o sexo é um fator importante, já que promove a reprodução de nossa espécie.

 

Mas, não é só isso, o prazer e a saúde física também está associada às relações sexuais. Quando chegamos à velhice já conquistamos muitas coisas, porém muita gente acaba entrando em conflitos existenciais.

Os homens vêem seu desempenho sexual diminuir e começam a questionar o tamanho do seu membro sexual. Nessa hora surgem muitas dúvidas, por exemplo: estou mais velho, meu pênis diminui?

Isso é um mito.

À medida que se envelhece, é preciso entender as alterações orgânicas que ocorrem em nosso organismo, embora irreversíveis e inevitáveis, não atrapalham as atividades rotineiras, nem mesmo o prazer do ato sexual. A relação do homem com seu pênis é eterna, por isso a preocupação com o seu estado é constante. Que pensa que o pênis diminui na velhice está enganado.

 

Veja algumas mudanças que ocorrem no organismo de um homem quando chega à velhice:

 

Mudança na aparência do pênis

Conforme especialistas, geralmente a cabeça do pênis (glande) perde a pigmentação progressivamente, pela diminuição do fluxo sanguíneo na região genital. Os pelos pubianos também podem diminuir, em função da perda do hormônio testosterona, com o passar dos anos. A mudança mais significativa acontece na pele do pênis que fica mais flácida.

 

Menor sensibilidade

Quando o homem envelhece e são acometidos de alguma doença, como diabetes e hipertensão, as terminações nervosas do pênis se alteram reduzindo a sensibilidade na hora da penetração.  O sistema vascular é afetado até mesmo pelo grande consumo de álcool e tabaco, que atinge a sensibilidade do pênis.

 

Disfunção erétil

Há vários fatores que podem levar um homem mais velho a ter dificuldades para manter uma ereção. Um deles é a redução da testosterona (hormônio do apetite sexual), depois dos 40 anos, a libido cai em média 1% ao ano. Depois dos 60, os problemas emocionais são os principais causadores da disfunção erétil, além do aumento da gordura arterial. Isso causa o entupimento das veias de sangue, impedindo a irrigação da glande, dificultando a ereção.

 

Problemas urinários

O sistema urinário também pode ser afetado quando há mudanças no pênis. Isso ocorre pelo crescimento da próstata. Esse aumento é normal em homens acima de 40 anos, mas pode ocorrer complicações, como problemas para sair a urina. A redução do jato e ardência ao urinar são sintomas que devem ser investigados por um médico.

 

Para resolver esse problema há tratamentos a base de remédios, mas em alguns casos a cirurgia se faz necessária. Quando os medicamentos não conseguem diminuir o crescimento da próstata, que resulta na pressão da uretra, é preciso realizar um procedimento cirúrgico para abrir o canal e assim sair melhor a urina.

 

Você conhece algum outro mito sobre o pênis? Deixe seu comentário.

0

Deixe o seu Comentário