Métodos não invasivos para tratamento da doença peyronie

Métodos não invasivos para tratamento da doença peyronie

Avalie este Artigo

Você já parou para observar se o seu pênis é torto? Uma grande quantidade de homens possui uma curva anormal no pênis. Isso é considerado uma doença que se chama Peyronie e geralmente aparece após os 40 anos de idade. Para considerar dentro do normal, a curvatura peniana deve apresentar 30 graus de inclinação. Caso a curvatura seja de 90 graus, já pode ser visto como um problema.

Saiba que existem métodos invasivos para tratar essa doença, sem a necessidade de passar por uma cirurgia, que muitas vezes não dá certo. Um dos melhores tratamentos para a doença de Peyronie (DP) é a terapia através de movimentos de tração por meio de um extensor peniano. Segundo pesquisas, homens submetidos a esse tratamento conseguiram reduzir de 10 a 40 graus a curva no seu pênis. Outra vantagem do tratamento foi o aumento do tamanho e espessura do pênis.

Cerca de 90 % dos homens não tem o pênis reto e a curva pode ser para cima, para baixo ou para algum lado. Em muitos casos, isso nada prejudica seu desempenho sexual. No entanto, muitos homens com o pênis torto se queixam que ele escapa do canal vaginal no decorrer da penetração e isso incomoda a parceira. Por esse e outros motivos, alguns homens ficam constrangidos e frustrados por terem esse problema.

Cada homem tem um pênis que atende a sua anatomia natural, por isso quando se olha bem pode se perceber a inclinação para algum lado. As curvaturas congênitas são mais frequentes, ou seja, quando o homem nasce com seu membro sexual curvado, popularmente conhecido como, “cabo de guarda-chuva”. Já as curvaturas adquiridas, ocorrem quando o homem nasce com o pênis normal, mas durante a vida vai acumulando lesões durante o sexo.

Conheça algumas causas da curvatura peniana

Causas genéticas: alguns homens tendem a desenvolver a doença Peyronie por motivos genéticos.

Veja isso também:  É possível aumentar o pênis naturalmente

Questões associadas ao envelhecimento: no processo de envelhecimento, o pênis perde sua elasticidade natural, assim pode acontecer de surgir uma curvatura permanente.

Falta de imunidade: muitos pesquisadores acreditam que o pênis fica torto quando os anticorpos modificados do homem afetam as células do pênis.

Dicas para prevenção da curvatura peniana

Não durma de bruços

Especialistas que estudam a doença Peyronie recomendam que os homens com o pênis torto devam evitar dormir de barriga para baixo. Essa posição comprime a área genital impedindo a circulação sanguínea. Essa obstrução pode desencadear problemas de ereção e uma curva no pênis.

Evite lesões

É importante ter cuidado na hora H para não sofrer lesões no pênis. Penetrações muito fortes, com movimentos bruscos podem causar fraturas no órgão e com o tempo pode surgir a curvatura.

Tratamento

Um dos tratamentos não invasivos para tratar a doença de Peyronie são os extensores penianos. Trata-se de um aparelho que é acoplado ao pênis para realizar movimentos de tração. Os extensores corrigem a curvatura do pênis e ainda podem aumentar o seu tamanho para até 6 cm. O produto é leve, seguro e não causa nenhum incomodo ao homem.

Você tem algum tipo de curvatura no pênis ou conhece alguém que sofra com a doença Peyronie? Deixe seu comentário.

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Fechar Menu
×

Carrinho

Nosso WhatsApp